Pesquisa rápida:

Informativo

Cadastre-se para receber nossos informativos!




EXPEDIÇÃO REVEILLÓN 2011: vales, vinhos, termas mendocinos e o deserto de Atacama.

Nesta  viagem, percorremos durante 33 dias e 13.000km as maravilhosas atrações da província de Mendoza, na Argentina, assim como o indescritível  deserto de Atacama, no Chile.

Adentramos à Argentina e nos dirigimos a San Rafael, famosa por seus vinhos e pelo vale sinuoso do Rio Atuel.  Os esportes de aventura junto a uma natureza exuberante e as curvas do rio, nos propiciaram fazer uma descida em botes - rafting pelo corrediço Rio Atuel.   Visitamos  suas principais vinícolas com degustações saborosas, não deixando de ocupar mais espaço nos veículos com seus vinhos especiais, bons e com ótimos preços.

Seguimos, então, para as Termas de El Sosneado, cujas ruínas do hotel abandonado e suas piscinas termais nos acolheram. Depois, à cidade de Malargue  e suas atrações, como as rústicas e naturais Termas de Cajón Grande e El Azufre, quase na divisa com o Chile.
Subimos rumo norte para Mendoza, antes visitando a Reserva Natural de Laguna Diamante onde fomos recebidos com muito frio, vento e flocos de neve que caíam dos céus  abençoando-nos, em pleno verão !
Na agradável Mendoza,  aquela rotina "trabalhosa": mais vinícolas, degustações, compras, vinhos e carne de primeira. Relaxamos ao caminhar e ver a montanha mais alta da América do Sul, o monte Aconcágua, com seus picos brancos de neve e seu Parque. Nos emocionamos com a visita ao Cristo Redentor, fronteira com a Chile, com Puente del Inca, monumento natural e com o Cemitério dos Andinistas, uma homenagem e onde repousam os restos daqueles que tombaram no afã de conquistar a montanha.

De Mendoza, rumo norte, até mais uma agradável parada nas vinícolas de Cafayate para degustar seu regional e inigualável Torrontés: frutado e leve. Desta vez, o que nos encantou foi um Cabernet Sauvignon, tinto da Bodega Etchard, responsável por mais um peso extra nos veículos. Para acompanhar o bom e aromático Torrontés, as "humitales" e os "tamales": só comendo para ver, sentir e se deliciar  com o  sabor do milho e especiarias.

De Cafayate, alteramos a rota em comum acordo com os participantes para subir  e pousar em Susques, a fim de aclimatarmos à grande altitude do Passo de Jama, entrada no Chile, em direção ao deserto de Atacama. Ao chegarmos a San Pedro de Atacama, o deserto com suas inúmeras e indescrtíveis atrações nos dá as boas vindas, com um calor de matar durante o dia e um frio de muitos cobertores à noite. Lógico, é deserto.

Percorremos o Salar de Atacama, os geigers de El Tatio, a Reserva Nacional Los Flamencos, as lagunas altiplânicas Miscanti e Miñisques, as Lagunas Chaxa e Cejar com sua água mais densa que o Mar Morto, a Laguna Piedra, os Vales da Morte e da Lua com o pôr do sol mais lindo nas dunas ao nascer de lua cheia: outro privilégio. Os salares de Tara, os Monjes de Pacana e puro off road para chegar e curtir a Laguna Lejia, de cor amarelada, rodeada de saltitantes vicuñas.
Delicioso e diferente almoço regional na comunidade indígena atacamenha de Socaire e o por do sol no Salar com as Lagunas Tebinquiche e o vulcão Licancabur ao fundo, coroaram nossas aventuras no deserto. A noite de San Pedro é vivida no ¨peatonal¨ Caracoles, onde se encontram todos para conversar, jantar e bebericar um "pisco sauer" ou uma "michelada" cerveja regional com limão e , pásmen, pimenta "merken".  Inusitado !
Não faltou o relaxante banho no vale  das Termas de Puritana, onde só desce 4x4.
Depois de 5 dias vivendo o deserto, a volta foi feita pela aconchegante Salta. La Linda, com como é chamada, encantou-nos com suas saborosas empanadas e atrações de uma cidade progressista, mansa, simples. Salta surpreende-nos com seus museos, praças  e suas tradições culturais como as ¨peñas¨, canto folclórico regional regado a um autêntico Malbec acompanhado de boa carne e companhia amiga. Antes, no caminho, as lindas Salinas Grandes, a sinuosa Cuesta de Lipan e a pitoresca cidadezinha de Purmamarca com seu lindo Cerro de Las Siete Colores.
O regresso a Foz do Iguaçu e aos nossos lares, assim como toda a viagem, foi feito sem problemas, resultado de intenso e minucioso planejamento, vasta experiência e colaboração de todos amigos e integrantes de mais esta Uaiventura.



Vejam o filme:


<

UAIVENTURA - EXPEDIÇÕES 4X4 - CONSULTORIA PARA VIAGENS DE CARRO - TURISMO OFF ROAD
Rua do Ouro, 1725,Cep:30210-590 - Belo Horizonte - MG
tel + 55-31-98749.6008 fax + 55-31-3223.0081